Leila Mícolis

— POETA, PORQUE EM POETISA TODO MUNDO PISA.

AMANTE DAS LETRAS

"Não te importas com os homens que dormem comigo;
mas morres de ciúme
dos versos que faço pra eles..."
***
CAMADAS
"Ser livre não é manter-se intocável, sem entregas,
Nem se dar também, às cegas, a tudo o que nos agrade.
Ser livre é viver a idade que sente o nosso querer,
É viver conforme a vida é, sobretudo viver.
E viver é mergulhar pra emergir com o submerso,
Ampliando, a cada dia, os limites do universo."
***

CONFISSÃO
Dizem que o amor é cego,
não nego,
por isso te abro os olhos:
não tenho bens nem alqueires,
eu não sou flor que se cheire,
nem tão boa cozinheira,
(bem capaz que ainda me piches
por só comer sanduíches),
minha poesia é fuleira,
tenho idéias de jerico,
um cio meio impudico
como as cadelas e as gatas,
às vezes me torno chata
por me opor ao que comtemplo,
sei que sou péssimo exemplo,
por pouca coisa me grilo,
talvez por mim percas quilos,
eu não sei se valho a pena,
iguais a mim, há centenas,
desejo te ser sincera.
Mas no fundo o amor espera
que grudes qual carrapicho:
são tão grandes meu rabicho
e minha paixão por ti,
que não estão no gibi...
Ao te ver, viro pamonha,
sem ação, e sem vergonha
o meu ser inteiro goza.
Por isso, pra encurtar prosa,
do teu corpo, cada poro
eu adoro adoro adoro...

***
REFERENCIAL

"Solteira de aceso facho
precisa logo de macho;
se é nervosinha a casada
só pode ser mal trepada;
viúva cheia de enfado
tem saudade do finado;
puta metida a valente
quer cafetão que a esquente".
Mulher não vive sem homem.
A prova mais certa disto
é que até as castas freiras
são as esposas... de Cristo.
Tal regra é tão extremista
que não contém exceção:
quem sai dela é feminista,
fria, velha ou sapatão".

E é com essa bagagem de preconceitos adquiridos
que chega-se à conclusão,
na separação de amores doloridos,
de que não houve culpados.
Só feridos.

***

INTUIÇÃO

Ter nas pessoas
a confiança dos gatos,
que fecham os olhos
e esticam o pescoço,
na certeza do carinho.

***

RUMBLE FISH

"Às vezes a gente vive o impossível
como acalentar
esta vontade incrível de amar
à revelia
deste tempo mais difícil a cada dia. "

***
"Meu coração nunca pára pra comparar, solta amarras, vive seu tempo presente: se ferido, em mim se ampara; mas quando sara e se sente contente, fica eloqüente, feito algazarra de araras. "
"Estar entre teus pêlos e dedos, entre tua densidade, neste transpirar sob medida aos teus gemidos. Estar entre teus trópicos, entre o teu desejo e o meu prazer, beber parte de teus líquens e teus rios percorrendo-te da foz até a origem, e pura a cada amor partir mais virgem."

3 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    essa escritora muito boa, também nunca tinha ouvido falar.
    muito boa, parabéns


    ;D

Postar um comentário