Carlos Drummond de Andrade




O mundo é grandeO mundo é grande e cabe nesta janela sobre o mar.
O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar.
O amor é grande e cabeno breve espaço de beijar.

•ღ•‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗•ღ•

Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa,
se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça:
Deus te mandou um presente divino - o amor. (...)" Leia completo aqui...

LEMBRETE"Se procurar bem você acaba encontrando.
Não a explicação (duvidosa) da vida,
Mas a poesia (inexplicável) da vida. "

•ღ•‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗•ღ•

AS SEM-RAZÕES DO AMOR

Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

•ღ•‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗•ღ•


"Amor é o que se aprende no limite,
depois de se arquivar toda a ciência
herdada, ouvida.
Amor começa tarde."

"Se eu gosto de poesia?
Gosto de gente, bichos, plantas, lugares, chocolate, vinho, papos amenos, amizade, amor.
Acho que a poesia está contida nisso tudo."


•ღ•‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗•ღ•

AMAR

Que pode uma criatura senão, entre criaturas, amar?
Amar e esquecer, amar e malamar, amar, desamar, amar?
Sempre, e até de olhos vidrados, amar?
Que pode, pergunto, o ser amoroso, sozinho, em rotação universal, senão rodar também, e amar?
Amar o que o mar traz à praia, o que ele sepulta, e o que, na brisa marinha, é sal, ou precisão de amor, ou simples ânsia?
Amar solenemente as palmas do deserto, o que é entrega ou adoração expectante, e amar o inóspito, o cru, um vaso sem flor, um chão de ferro, e o peito inerte, e a rua vista em sonho, e uma ave de rapina.
Este o nosso destino: amor sem conta, distribuido pelas coisas pérfidas ou nulas, doação ilimitada a uma completa ingratidão, e na concha vazia do amor a procura medrosa, paciente, de mais e mais amor.
Amar a nossa falta mesma de amor, e na secura nossa amar a água implícita, e o beijo tácito, e a sede infinita.

•ღ•‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗‗•ღ•

"Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade."


10 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Parabéns pelo site!!!!!!!!! Drummond é maravilhoso! Continue nos presentiando!!!

  1. Deiselene disse...:

    Quero parabenizá-la pelo site bem sucedido e organizado sem contar com as beldades dos grandes que estão em seu site, parabéns te desejo muitas felicidades e muito sucesso vc tem qualidades excelentes.

    abraços.

    Deiselene RJ.

  1. Cintia Marilia disse...:

    Carolina......

    Te estimo pelo bom gosto, mas acima de tudo aprecio sua alma viajante que se encontra com o melhor no ser humano, refletindo a sensibilidade de PERCEBER e em seguida COMPARTILHAR.

    Sou psicologa e psicanalista onde procuro escutar a subjetividade do ser humano, mas os poetas de certa forma se tornam a propria subjetividade e nos alcançam......

    PARABENS PELA INICIATIVA E PELO TALENTO.

    Cintia Marilia/ São Bernardo-SP

  1. jorge luis disse...:

    Carolina,
    Entrei pel 1a vez no seu site por acaso, fiquei impressionado com o bom gosto do conteúdo, muito lindo,...parabens.
    Jorge Muniz - Curitiba - PR

  1. Aliny disse...:

    Parabéns milhares de vezes, o seu site foi de um bom gosto enorme... Só têm feras!

    Beeeijo :*

  1. Anônimo disse...:

    um blog de qualidade,sensibilidade e uma reunião das melhores e maiores vozes da literatura mundial!!!!!parabéns!!!!!visito quase todo dia!!!!

  1. Laura disse...:

    Venho sempre fazer uma visita.Adoro apreciar bons blogs,literatura e escritores..
    Sou uma apaixonada árdua pela Clarice Lispector. Encontra aqui textos,positivos,tristes,
    apaixonantes ...
    Me encontro misturada entre as palavras dos textos tristes,estes falam por mim...

  1. Maria Clara. disse...:

    Este Blog é um presente para todos,muito obrigada mesmo,de coração por esse presente tão especial...

  1. Anônimo disse...:

    Olá,
    o Site é muito bom, tem excelente conteúdo.... mas antes de publicar acho que deveria atestar a autoria... e na dúvida não publicar.

    Especificamente este (abaixo) de Drummond, sabidamente não é dele.

    Mas o site tem um design lindo. Gostei muito e voltarei sempre para ler as novidades... ( e 'caçar' textos apócrifos... que é meio que uma mania minha)

    Abraços,
    Tomás
    ------------------


    "A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional."

  1. No google não achei a autoria dessa frase, toda busca remete ao Carlos D.A.
    então retirei do ar ;)
    obrigada Tomás

    "A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional."

Postar um comentário